José, o exemplo de um pai justo.

Texto Bíblico:

Mateus 1:19

19 - Então José, seu marido, como era justo, e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente.

Existe um afigura muito importante na Bíblia sobre quem não falamos muito. O personagem do Novo Testamento sobre o qual estamos falando é José, carpinteiro e pai de Jesus. A maioria das pessoas ignora o pai adotivo de Jesus. Uma grande parte se esquece dele, ignorando a importância dele na vida de Jesus. Em outras palavras, se foi importante na vida de Jesus, será importante em nossas vidas também. Naquele tempo e contexto, a figura do Pai era muito importante. Durante muito tempo Jesus foi conhecido como José, o carpinteiro. Jesus só poderia cumprir a profecia que seria da linhagem de Davi se tivesse nascido na família de José, ou seja, ser adotado por José.

Ap. 5:5 – o anjo diz a João que não chore porque o Leão da Tribo de Judá, a Raiz de Davi venceu para abrir o Livro e desatar os selos. Se Jesus não fosse aceito por José, a profecia sobre a linhagem de Davi não se cumpriria. Então surge uma pergunta: Maria era a melhor mulher ou ela era a mulher certa por que era a prometida para José? Ambos estão corretos. Maria era a mulher certa, assim como José o pai certo.

(Leia Mateus 1:19) – José era um homem justo. Ele não quis expor ou prejudicar Maria, por isso preferiu deixá-la. As mulheres, ao serem pegas em adultério deveriam ser apedrejadas. Se soubessem que Maria estava grávida, mesmo sem envolvimento com José poderia ter o mesmo destino: morrer apedrejada. Por causa disso, José resolveu deixá-la para que nçao fosse acusada de adultério. Contudo, Deus tinha outros planos e, sendo um homem justo, ele obedece ao Senhor e recebe sua esposa. (Mateus 1:24)

Não há dúvida. José foi escolhido por Deus para ser o homem que abençoaria a vida de Jesus. Dentro do ventre de Maria estava a profecia que foi entregue desde o Éden. José precisava entender que aquela mulher era muito especial. José soube discernir a situação e a tomou como esposa. O temor de José a Deus estava estampado em cada decisão e atitude dele. Era um homem forjado em Deus.

Por meio do anjo Gabriel, Deus falou a Maria uma única vez, enquanto que a José varias outras vezes. (Mateus 2:13; 2:22)Deus diz que ele deveria receber Maria como esposa, deveria fugir para o Egito e até mesmo que deveria voltar de lá, em segurança. Deus não passa por cima da posição de pai de José. Deus não anula o papel dele na formação de Jesus. O mundo carece de pais. Deus fala com os pais assim como falava a José. Deus não violenta ninguém. Você é quem decide ter Deus ou outra pessoa, em seu coração. Maria não foi violentada. Jesus nasce em mim, a partir da minha permissão.

Naquela época, o primogênito era cuidado pelo pai. Era função do pai ensiná-lo tudo o que deveria saber. O filho mais velho herdava o ofício do pai. Jesus foi ensinado por José, sendo conhecido como carpinteiro e também como filho de José. José salvou Jesus de ser um filho bastardo ou vítima do preconceito. (Leia Marcos 6:3; Mateus 13:55) Era também função do pai, ensinar a Torá ao filho mais velho. Na ocasião de João 1:45, a resposta dos discípulos sobre Jesus referia-se ao lugar de onde vinha e quem ele era. (Jesus de Nazaré, filho de José)

A Bíblia diz que devemos honrar nosso pai e nossa mãe. Esse mandamento é o mandamento da graça, com promessa, além de ser o mandamento do amor, pois o amor propõe, não retrai. É mandamento de Deus que nós cuidemos dos outros. Mesmo quando cuidamos de forma pedagógica, com sabedoria, estamos obedecendo a Deus. O governo federam tem tentado decretar a lei que diz que não devemos deixar abandonados os mais velhos. Esta lei já existe há muito tempo na Palavra de Deus.

Que hoje possamos refletir nesse modelo de pai, de homem, de marido, alguém que cuida de todos ao seu redor. José foi o homem que Deus escolheu para ser o pai do Seu filho. Hoje, você que é pai ou ainda será, entenda os níveis de valores de cuidar dos seus filhos, da esposa e todos os que estão debaixo da sua responsabilidade. Não existe um segredo para ser pai ou mãe. José abriu o coração para Jesus, o adotou como filho e o recebeu como filho legítimo. Se José fez isso, por que não podemos fazer o mesmo? Falar de Pai é falar de família. A língua hebraica, ao registrar a palavra “honra” significa: pesar, discernir, aprender e se possível melhorar.

Cuidar não significa apenas dar de comer, mas também alimentar a alma com palavras que edificam. O sentido hebraico da palavra HONRAR é melhorar a postura de pai ou mãe, dentro de cada um deles. Que todos nós possamos ouvir e obedecer a voz de Deus, para que assim possamos nos tornar aquela pessoa que é abençoada ao abençoar outras pessoas.

Deus te abençoe.

Ap. Anselmo Valadão.

Compartilhe



Veja também :