Ainda não há comentários

E a morte será vencida

Texto base:

1 Co. 15: 25, 26

25 – Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés.

26 – Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte


Jesus está trabalhando para por fim à morte. Precisamos entender o que este inimigo impõe sobre a humanidade. Fiquem firmes, porque Jesus está impondo sua vitória sobre a morte. O inimigo ainda está oprimindo o homem. Contudo, este inimigo será vencido. Onde? Na ressurreição. A doutrina cristã diz respeito à ressurreição e não a imortalidade. A ressurreição é vencer a morte. A imortalidade, no entanto, diz que a morte se repete. Não é isso que Jesus prega.

A cada dia que olhamos para o espelho vemos a morte se aproximando de nós. 1 Cor. 15:55. A morte será vencida. Todos os dias ela nos oprime, dizendo sobre os nossos últimos dias. Você pode se disfarçar de outra pessoa como fez aquele homem que recebera o aviso que a morte o viria buscá-lo. Mesmo trocando de roupa com o porteiro, raspando a sua cabeça, a Morte não encontrando o seu escolhido, levou consigo o único careca da noite, ou seja, não podemos fugir deste fim.

As pessoas fazem plásticas, cirurgias reparadoras, colocam botox ou silicone, malham, sempre tentando driblar os efeitos do tempo e aumentar a distância da morte. Contudo, nosso corpo tem limite. Somos finitos. Todos têm limites. Não podemos comer todas as carnes da churrascaria porque passaremos mal. Poderíamos viajar para o final do mundo, como o Alasca, mas ao chegar lá, já chegaríamos mais velhos do que quando partimos daqui. Somos seres insaciáveis. Mas nem tudo é permitido. Você não pode todas as coisas.

Você precisa compreender que a morte quer roubar o seu hoje. Tirar sua vida. Quando deixamos ela entrar, vivemos uma vida de confusão com todas as pessoas ao nosso redor. Quando eu entendo os meus limites e percebo esses limites, meus horizontes se ampliam. Não sou mais enganado, perdendo meu tempo pensando na morte. Quando eu obedeço aos meus limites, eu aumento meus horizontes.

Precisamos deixar de perder tempo, porque isso é perder a vida. Não seja encrenqueiro, preguiçoso. Usufrua das pessoas e não do tempo ocioso. Deixe os problemas e confusões e vai dar valor às pessoas e à sua vida. Quando eu entendo quem eu sou, eu me melhoro. Por quê? Porque somos finitos. Todos nós.

Um dia, a morte terá um fim. Mas hoje você pode colocar limites na morte. Se você está vivendo confusão, intrigas, briga e depressão saia disso e viva. Poderíamos afirmar que o suicida escolhe a pior porta para aliviar os problemas da sua vida. 2 Co. 5:10 – Todos vamos prestar contas de tudo o que fazemos, seja de bom ou ruim.

1 Co. 3: 10 – 13. O que você viveu aqui vai te respaldar lá. O que você praticou aqui vai te levar em direção a este lugar. Paulo deixa claro que em Cristo, a morte não pode nos vencer ou tocar. Hebreus 2: 15 – 16. Jesus venceu a morte e quando você olhar para ela diga: sei que você ainda continua me oprimindo, impondo sobre minha vida, mas Jesus Cristo tirou o medo de você. Amém! Jesus me tirou dos domínios da morte. Mesmo ainda rondando nossa vida, não precisamos temê-la. A morte será apenas um estado de transição, porque Jesus encarou a morte e a venceu.

Por um momento, pareceu que a morte havia vencido Jesus. Por 3 dias eles lutaram e não encontrando nenhum pecado em Jesus, este ressuscitou, porque o domínio da morte é sobre o pecado e Jesus não tinha nenhum.

Que hoje possamos enxergar como estamos. Que possamos entender que Jesus te ressuscitou. Ele vai trazer nova vida a você. Temos que passar por isso, mas não podemos nos conformar com isso. Toda vez que você ceder à morte, ele estará vencendo você. 1 Ts. 4: 13 – 18. A morte não tem mais domínio sobre sua vida, porque Jesus te resgatou dela. A morte pode até levá-lo para um atestado de sono, mas nunca mais o vencerá. Ao final do terceiro dia, você será ressuscitado e vencerá a morte. Glória a Deus.

Deus te abençoe.

Ap. Anselmo Valadão

Publicar um comentário