Ainda não há comentários

Tempo de descansar em Deus

Texto:

Romanos 8: 18-25

Como você avaliaria o ano que passou? Você consegue identificar os bons e maus momentos? Infelizmente, a grande maioria das pessoas não sabe responder essa pergunta, nem possui critério para avaliar seu ano. Para algumas pessoas, tudo aconteceu muito rápido, nem deu para ver algo passar. Foi como um estalar de dedos ou um piscar de olhos. A vida não perdoa os displicentes. Ela os massacra. Você deve entender que é responsável pela vida que leva.

Deus criou o homem no sexto dia e no sétimo, descansou. Isso tudo pode parecer estranho. Deus parece estar exaurido, com sua camisa suada. Quem descansa é aquele que está cansado do trabalho. Shabat significa trabalho acabado. Naquele dia, Deus parou de trabalhar porque tudo havia sido feito, perfeitamente. O dia do descanso foi feito por Deus para que o homem pudesse contemplar a glória de Deus.

Depois de ser criado, Deus motivou o homem a descansar, mesmo sem haver motivos para isso. O homem acabara de ser criado e, portanto, estava cheio de energia e disposição. Shabat não é sinônimo de sombra e água fresca. Na verdade, foi o dia do completar de Deus quando tudo estava perfeito e terminado. O sétimo dia é tempo de agradecer a Deus por tudo recebido. É tempo de usufruir, adorar e agradecer. É a oportunidade para contemplar as maravilhas criadas por Deus.

Um ex-presidente dos Estados Unidos, certa vez fez a seguinte observação sobre alguém que não queria atender: depois dos 40 anos todos têm culpa da cara que tem. Você é responsável por aquilo que você é e da forma como leva sua vida.

Hoje, você pode olhar para o ano passado e analisá-lo. Paulo diz que a natureza geme porque está sujeita ao sofrimento. Relativamente, viver é sofrer. Não adianta você descartar isso, não é uma profecia minha contra você. É a realidade. Estamos sujeitos ao sofrimento porque este mundo, assim como as pessoas, está caído.

Leia: Salmos 30:1-4. O salmista descreve uma vida com sofrimentos e lutas. Paulo também cita os “dias maus” quando discursa sobre a importância da Armadura do Senhor. Vivemos em um mundo que geme. O que te fez sofrer no ano passado? O que te incomodou? O que te entristeceu ou magoou? Quando você sentiu a terra tremer debaixo dos seus pés? Qual foi a notícia que marcou sua alma? Os dias são diferentes e tem suas características. Alguns são memoráveis e por isso, não saem na nossa mente. Outros dias nem tanto. Talvez você tenha sido uma vítima de assalto, de enfermidades ou quem sabe até perdeu alguém próximo a você.

Cada um passou por momentos ruins no ano que passou: morte, prejuízo, falência, violência e tantas outras situações complicadas. A Bíblia chama esses dias de oportunidade para fortalecer você e te fazer crescer. Mesmo marcando sua vida, ainda sim tudo isso contribuiu para o seu crescimento.

No shabat, tem-se o costume de acender 2 ou 3 velas. A primeira vela simboliza a alegria. A segunda, o sagrado e terceira é a vela das crianças, na casa que as tem. Podemos considerar a vela da alegria como representando a vida. No texto de Romanos, Paulo nos convida à reflexão. A vida possui momentos bons e ruins. Quando você aprende a avaliar sua vida a partir dessa perspectiva dupla, você aprende que a vida é permeada de sofrimento e com estes, aprendemos muito.

Em segundo lugar (Rm 8: 18 ) Paulo fala de Deus e sua atuação em nossa vida. Não podemos esquecer que Deus é uma pessoa e Ele é sempre mais do que você possa pensar ou imaginar. Deus é muito muito mais do que podemos encontrar revelado na Bíblia. Você sabe quem é Deus? Não estamos falando de descrições, mas de experiências com Ele ao longo da sua caminhada e porque não dizer, ao longo do ano passado. O que Deus fez nesse ano? Você consegue descrever? Você consegue identificar o que Ele te pediu no ano que passou?

Romanos 8: 26. Na nossa fraqueza, o Espírito de Deus se aproxima de nós. A convocação do Shabat é para a compreensão de Deus. Ao despertar, o homem se levantou no shabat, para contemplar a criação de Deus. Também lemos em Romanos 8: 28 que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. Como Deus agiu na sua vida? Quais pessoas foram enviadas por Deus para anunciar boas noticias a você? Quando você percebeu o cuidado de Deus? Quando a Terra tremeu, ele tocou seu ombro e disse: durma em paz porque sou contigo.

O verso 37 diz que em todas as coisas fomos feitos vencedores. Está convencido que nada pode separar você do amor de Deus? Presente, potestades, nada pode nos separar do amor de Deus, circunstância nenhuma. Deus não ama com palavras como nós, mas de fato. Ele se aproxima de nós para pedir e não para dar. Ele pede sua vida e tudo o que não te faz bem. Entregue a ele. Deus chega para nós para pedir: filho meu, dá-me o teu coração. Quantas vezes Deus pediu isso e você o entregou?

Em terceiro, a vela das crianças. Precisamos identificar quem fomos nós. Deus quer saber de você, saber se você cresceu. No ano passado, você cresceu? Quando o chão tremer, mesmo que você questione o que está acontecendo, Deus te dará equilíbrio e te colocará acima das tormentas. Se for preciso, Ele te fará andar sobre as águas.

Como tem sido seu caráter diante do próximo. Você permitiu que seu caráter fosse lapidado e moldado por Jesus? Você pode dizer que Jesus acrescentou virtudes em sua vida? Você abandonou os relacionamentos destrutivos, aquelas amizades que te distanciavam de Deus? Ninguém inventou você, você se constrói e se edifica. Quando mudamos de ideia, crescemos.

Querendo ou não, a vida vai te chamar para crescer. Na vida, o que não te destrói precisa te fazer mais forte. Quero que você saiba que Deus deseja que você acorde para Ele e entre em seu descanso.

O convite de Deus para hoje é para você entender que em vão trabalha aquele que levanta de madrugada, que granjeia o pão, mas não deixa o Senhor trabalhar por ele. Neste ano, pare, cesse e descanse n’Ele. Como você levou sua vida no ano passado? Lutando ainda na força do seu braço? Shabat fala de encontrar as ferramentas e dizer: posso todas as coisas naquele que me fortalece, quem pode me separar do amor de Deus? Deus apenas poderá continuar a se revelar a você, se você se abrir para isso.

Este ano será o tempo de abundância. Este ano começa com descanso porque Deus nos aliviará. Neste mundo teremos aflições, mas como Jesus venceu, também venceremos. Jesus hoje nos chama para entregar. Deus vai começar a fazer no primeiro dia, que na verdade é o último. Neste tempo, Deus nos dará o direito de contemplar. Era o último dia para Deus, na criação, mas o primeiro para o homem contemplar. O primeiro dia de trabalho do homem consistia em apenas descansar e confiar em Deus.

Entre nesse tempo. Viva o tempo de confiar, adorar e contemplar o que Deus preparou para aqueles que o amam. Hoje é tempo de descansar em Deus e desfrutar da sua abundância.

Ap. Anselmo Valadão
02.01.11

Publicar um comentário