Ainda não há comentários

A vida da Igreja de casa em casa.

Texto: Atos 20:17-21

17 – E de Mileto mandou a Éfeso, a chamar os anciãos da igreja.

18 – E, logo que chegaram junto dele, disse-lhes: Vós bem sabeis, desde o primeiro dia em que entrei na Ásia, como em todo esse tempo me portei no meio de vós,

19 – Servindo ao Senhor com toda a humildade, e com muitas lágrimas e tentações, que pelas ciladas dos judeus me sobrevieram;

20 – Como nada, que útil seja, deixei de vos anunciar, e ensinar publicamente e pelas casas,

21 – Testificando, tanto aos judeus como aos gregos, a conversão a Deus, e a fé em nosso Senhor Jesus Cristo.

Paulo relata, de maneira breve, o que ele fazia naquele lugar. Ele chama os presbíteros e lideres da igreja e fala sobre a importância de pregar o Evangelho de cidade em cidade. Ele era alguém que se empenhava e se dedicava a levar o Evangelho.

Versículo 20 descreve uma expressão de Paulo muito interessante. “pelas casas”. Ao falar do livro de Atos, pretendemos que o coração de todos se abram. Como a Igreja de Atos vivia, no seu dia-a-dia, e como se comportava diante das situações diárias é mesma forma de viver que queremos que todos entendam e pratiquem.

Esta Igreja, segundo capitulo 2 do livro de Atos se reunia de casa em casa. 120 pessoas receberam o Espírito Santo quando estavam numa casa, não em alguma sinagoga ou outro local que seja.

Atos 8:3 diz que Saulo perseguia a Igreja, entrando nas casas.

Atos 9: 11 – Saulo estava na casa de Judas, orando a Deus. Da mesma forma, na sua casa, Ananias é levado pelo Senhor a orar pela vida de Saulo.

Atos capítulo 11 relata sobre a ida de Pedro á casa de Cornélio.

Atos 12:12 – novamente nas casas aconteciam reuniões de oração.

Atos 16:15 – Paulo é convencido a ir até a casa de Lídia e sua família.

Atos 16:34 – a casa e família do carcereiro são visitados pelo Senhor.

Ao longo do livro de Atos e de outros livros do Novo Testamento encontramos a igreja, nas casas das pessoas.

Leia:

Romanos 16:5

I Coríntios 16:19

Colossenses 4:15

Filipenses 4:22

Qual o propósito de dizermos que somos uma igreja de Atos?

Houve um momento na História que foi proibido a reunião dos cristãos em locais específicos. As pessoas deixaram as casas, e agora se reunião em basílicas, geralmente no local onde havia morrido um cristão. Tudo apontava para o leste, segundo uma ordem de Constantino que adorava o deus sol, inclusive a cátedra, lugar onde se assentava o líder religioso, era iluminado pelo sol, como sinal de iluminação e autoridade. A partir daí, igrejas e templos de estrutura complexa começaram a ser construídos. Santa Helena, mãe de Constantino foi a pessoa que deturpou o principio da igreja reunida de casa em casa.

Ela começou erguer monumentos e mais tarde templos magníficos nos lugares onde morriam cristãos. Cada célula, de acordo com sua capacidade financeira e de acordo com os sofrimentos de casa mártir, sejam 100 ou 200 chibatas tinham seus templos com um nível de riqueza e luxo.

Tudo aconteceu assim até o tempo em que Santa Helena disse ao filho sobre a necessidade da construção de templos também em Jerusalém. Em 300 d.C perdeu-se o princípio da igreja simples e funcional, reunida de casa em casa, para os grandes monumentos e imagens para adoração, em sinal de tributo.

Estamos vivendo um tempo diferente e específico. O Espírito Santo vem buscar aquilo que ele fundou. Ele não vem buscar estruturas, mas a Igreja que ele mesmo formou.

Felipe era apóstolo? Não, apenas um evangelista. Ao falar com o eunuco, ele explicava tudo o que ele lia e não entendia. Sabe quanto tempo levou da conversão ao batismo do eunuco? Foi imediato. Ele chamou algum apóstolo, como Pedro? Não. Felipe mesmo fez tudo o que foi preciso. Atualmente, temos vários requisitos a serem preenchidos para ser batizados.

Dizemos que a Igreja de Atos era radical. Contudo, o eunuco não precisou preencher formulários e mais formulários. A igreja de Atos, de casa em casa, não tinha complicação. A vida da Igreja está na simplicidade da sua casa, da sua célula e nas pequenas reuniões.

O segredo do crescimento está nestas reuniões. Na sua oração e ministração. O que o diabo tentou fazer com a igreja foi regulamentar, colocar excessos de regras. Iremos reunir aqui, neste endereço, sempre que for possível, mas a vida da igreja, o que dá sustentação está na sua célula, no seu reunir semanalmente, nas casas. Apenas assim conquistaremos mais e mais vidas e frutificaremos cada vez mais.

A igreja da sua casa é a IGREJA DE ATOS. Creia nisso e profetiza, em nome de Jesus.

Deus te abençoe.

Apóstolo Anselmo Valadão.

Publicar um comentário