Ainda não há comentários

Consciência versus Lei.

Texto: Atos 16:1-5

1 – E chegou a Derbe e Listra. E eis que estava ali um certo discípulo por nome Timóteo, filho de uma judia que era crente, mas de pai grego;

2 – Do qual davam bom testemunho os irmãos que estavam em Listra e em Icônio.

3 – Paulo quis que este fosse com ele; e tomando-o, o circuncidou, por causa dos judeus que estavam naqueles lugares; porque todos sabiam que seu pai era grego.

4 – E, quando iam passando pelas cidades, lhes entregavam, para serem observados, os decretos que haviam sido estabelecidos pelos apóstolos e anciãos em Jerusalém.

5 – De sorte que as igrejas eram confirmadas na fé, e cada dia cresciam em número.

Na última semana, uma discussão gerou uma grande polêmica. Reuniu-se o Concílio de Jerusalém para debater a respeito da aplicação da Lei de Moisés aos novos convertidos a Cristo. Os novos convertidos deveriam ser considerados salvos pela aplicação da Lei de Moisés ou apenas por crerem em Jesus? Para aqueles que faziam parte da Igreja primitiva, os novos cristãos deveriam se adaptar aos costumes, hábitos e princípios mosaicos.

Paulo e Barnabé apenas pregavam a salvação como sendo conseqüência de aceitar Jesus como salvador. A GRAÇA de Jesus era suficiente para mudar a vida de quem aceitasse o filho de Deus como salvador. Contudo, para buscar o bom senso entre todos, decidiram que todos deveriam:

– abster-se da idolatria

– abster-se da imoralidade sexual

– abster-se do assassinato (carne sufocada e do sangue)

Paulo, no capítulo 16, se depara com todos ao exigir que Timóteo se submetesse a circuncisão. Paulo viu no jovem alguém ungido e capacitado para o ministério, mas sendo pai de mãe judia e pai grego, era necessário providenciar sua circuncisão.

Leia I Coríntios 7:17-19

17 – E assim cada um ande como Deus lhe repartiu, cada um como o Senhor o chamou. É o que ordeno em todas as igrejas.

18 – É alguém chamado, estando circuncidado? fique circuncidado. É alguém chamado estando incircuncidado? não se circuncide.

19 – A circuncisão é nada e a incircuncisão nada é, mas, sim, a observância dos mandamentos de Deus.

Os judeus, em tempo de escravidão tinham muitas mulheres violentadas e por causa disso, uma criança era considerada judia apenas quando sua mãe era judia e não seu pai. Baseando nisso foi que Paulo sugeriu a Timóteo que ele deveria ser circuncidado, porque seu pai era grego, mas sua mãe judia. Isso fazia dele um judeu que deveria se submeter a Lei de Moisés.

Vamos falar sobre Moral, Lei, Ética e consciência. A primeira, moral, é aquilo que normatiza os costumes de uma nação. A moral depende diretamente da relevância dos princípios de cada comunidade, por isso varia de uma nação para outra.

A lei, por sua vez é em sua essência feita para defender o cidadão e contribuir com o bem estar de todos. A lei de trânsito por exemplo foi feita para proteger as pessoas de acidentes, sejam eles pequenos ou fatais. A falta de cumprimento da Lei traz sobre o infrator as conseqüências, mas em seus princípios a Lei existe para proteção das pessoas.

A ética pode ser entendida como o que é bom para a coletividade. O bom senso que contribui para a harmonia de uma sociedade. Revela o modo de ser de cada um, fala do caráter. Falado do certo e do errado. Do bom e do mal. A consciência vai motivar o ser humano a obedecer a lei, não por obrigação, mas por sabedoria.

O que fazer então diante de tudo que está a nossa frente? Qual deve ser nossa postura? Fazemos parte de uma igreja, de uma comunidade que também tem uma missão, ou seja, objetivos. O maior deles seja cumprir o mandamento de Jesus de ir e ganhar almas, em outras palavras, fazer essa comunidade crescer. Para ganhar vidas preciso aprender a ser servo. Apenas quando eu aprender a ser servo, poderei ganhar milhares de vidas. (Isaías 60:22)

Estamos em um tempo específico para esta causa. Estamos em período de consagração. Jejum significa um tempo no qual se deve deixar de comer tudo. A consagração se trata de um tempo no qual se retira algum alimento, em sinal de sacrifício a Deus. Como igreja, iniciamos no ultimo dia 24 a consagração que fazemos todos os anos, por aproximadamente 14 anos, desde o inicio da Igreja. É uma palavra apostólica, vinda de Deus e entregue a comunidade para ser obedecida. Isso inclui todas as pessoas, inclusive as crianças. Não deve ser questionada uma orientação dessas, tampouco substituída. Estamos nos abstendo de carne, não é de sorvete, de alguma verdura ou tipo de carne, é de todo tipo de carne.

Se você não consegue explicar é melhor obedecer do que sacrificar. Durante 40 dias fiquei sem comer nada e não morri. Foi assim com Moisés, Elias e o próprio Jesus e nenhum deles morreram. Você também consegue. Desde o início Deus nos pediu isso e obedecemos. Tolo é aquele que segue a Lei a risca. Santo é aquele que tem o discernimento para saber a hora certa de obedecer a Lei. Seja santo. Tenha consciência e obedeça a Palavra Apostólica. Os resultados desse período de consagração está aí. O ministério Monte Sião existe por causa da nossa consciência em obedecer e não por causa da Lei.

Pensem nisso. Deus abençoe a todos.

Apóstolo Anselmo Valadão.

Publicar um comentário