Ainda não há comentários

Deus responde orações.

Texto: Marcos 7:24-30.

24 Levantando-se dali, foi para as regiões de Tiro e Sidom. E entrando numa casa, não queria que ninguém o soubesse, mas não pode ocultar-se;

25 porque logo, certa mulher, cuja filha estava possessa de um espírito imundo, ouvindo falar dele, veio e prostrou-se-lhe aos pés;

26 (ora, a mulher era grega, de origem siro-fenícia) e rogava-lhe que expulsasse de sua filha o demônio.

27 Respondeu-lhes Jesus: Deixa que primeiro se fartem os filhos; porque não é bom tomar o pão dos filhos e lança-lo aos cachorrinhos.

28 Ela, porém, replicou, e disse-lhe: Sim, Senhor; mas também os cachorrinhos debaixo da mesa comem das migalhas dos filhos.

29 Então ele lhe disse: Por essa palavra, vai; o demônio já saiu de tua filha.

30 E, voltando ela para casa, achou a menina deitada sobre a cama, e que o demônio já havia saído

Se Deus é onisciente, sabedor de todas as coisas, por que devo falar de minhas necessidades por meio da oração? Ele não sabe tudo? Não há razão para falar aquilo que Ele já conhece.

Talvez em algum momento da sua vida você tenha feito a mesma pergunta a si mesmo ou para Deus, quem sabe. Em outro momento alguém pode ter feito esta mesma pergunta para você e, como agora, faltaram respostas.

Por que orar? Tendo boas razões para orar ou não, devo sempre fazê-lo, pois Jesus orava, em obediência a Deus. Obediência sempre traz bênção. Em João capítulo 5, Jesus ensina que devemos orar segundo a vontade do Pai.

Mesmo que não pareça, jejuar é mais fácil que orar. Manter uma vida diária e constante de oração tem muito mais complicações que podemos imaginar. Fazer com que seu corpo, mente e pensamentos obedeçam à sua vontade não é tão simples. Quando você está pronto para orar, seus pensamentos correm mais rápido, e você se lembra de algo que precisa fazer. Disposto a resolver as pendências, você desiste e sai em direção aos afazeres daquele dia. É necessário submeter a sua vontade à vontade daquele que tem o melhor para sua vida. Isso significa sujeitar sua carne, desejos e pensamentos a Deus. (Tiago 4:7 – Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós)

Tenta-se então, no final do dia. Depois de tanta correria, todos estão dormindo e você se sente menos ocupado para orar, afinal de contas, é preciso parar de fazer o que se está fazendo para orar. Quando você menos percebe, o cansaço já tomou o seu corpo, o sono parece ter uma força que você desconhecia e então, você se pega dormindo. Mais uma vez você não parou e não dedicou parte do seu tempo para falar com Deus.

Precisamos entender que Deus não pode ser visto, mas pode ser percebido, quando revelado por meio de seu filho Jesus. JESUS É IGUAL AO PAI. O PAI É IGUAL A JESUS. Eles se completam.

No texto bíblico citado acima, percebemos que Jesus e desta forma, Deus também, não se importa de ser incomodado, mesmo quando está descansando. Ele não se importa com a perturbação de alguém, se este alguém utiliza a oração para tocar seu coração. Deus é aquele que se move para fazer algo em favor do seu povo. Toda vez que oramos, o fazemos para pedir socorro (livramento) ou alguma benção (presentinho).

Em Tiago 4:3 diz que pedimos e não recebemos porque pedimos para nosso próprio deleite. Precisamos entender que Deus age em nós e não nas circunstâncias ao nosso redor. Nossa postura diante dessas circunstâncias é que determinarão nossas vitórias ou derrotas.

O que aprendemos com o texto de Marcos capítulo sete? Não podemos manipular o braço ou vontade de Deus. Deus faz o que Ele quer, quando, onde e como Ele preferir. Em todo tempo é preciso orar. Em tudo o que você for fazer, da tarefa mais fácil à mais difícil, ter a aprovação de Deus fará toda a diferença. I Tessalonicenses 5:17 – Orai sem cessar.

A insistência daquela mulher fez com que Jesus abrisse concessões a fim de abençoá-la. Jesus deixou o seu descanso, para atender a uma mulher, de cidadania grega, mesmo tendo um bando de fariseus lá fora, prontos a julgá-lo por qualquer atitude que tivesse. A fé daquela mulher moveu o coração de Jesus em seu favor. Como pessoas não podemos manipular o braço de Deus, mas como filhos podemos comover seu coração a tal ponto de fazê-lo passar por cima de qualquer objeção para abençoar seus escolhidos.

Fé não se explica. Fé atua em sua vida e muda sua postura diante da circunstância. Desta forma Deus encontra espaço para agir em você e por meio de você, mudando toda a realidade ao seu redor. Fé não é um sentimento. É uma atitude que te leva a Deus. Fé precisa ser uma prática que te dará a vitória.

Atos 9:11 – aprendemos que a oração move o coração de Deus. Não há como ignorar o poder de uma oração. Porque Saulo estava orando, Deus pede a Ananias que vá até onde ele está, para continuar a obra que Deus havia começado na estrada de Damasco. O que Ele começou a fazer na sua vida, ainda não terminou e enquanto você orar, Ele sempre enviará pessoas até você para concluir a Sua obra.

Creia no poder da oração. Tenha a certeza que Ele está ciente de todas as suas necessidades, mesmo assim é preciso que você obedeça à sua palavra e faça suas necessidades conhecidas diante dele. Não para Ele se lembrar de seu pedido, porque Ele nunca se esquece dos seus filhos, mas para você se lembrar que a dependência de Deus é fonte de toda vitória.

Jeremias 33:3 – Clama a mim e eu responderei e lhe direi coisas grandiosas e insondáveis que você não conhece.

Apóstolo Anselmo Valadão.

Publicar um comentário