Ainda não há comentários

É impossível vencer o pecado sem sangrar.

Gênesis 32:22-31

22 – E levantou-se aquela mesma noite, e tomou as suas duas mulheres, e as suas duas servas, e os seus onze filhos, e passou o vau de Jaboque.

23 – E tomou-os e fê-los passar o ribeiro; e fez passar tudo o que tinha.

24 – Jacó, porém, ficou só; e lutou com ele um homem, até que a alva subiu.

25 – E vendo este que não prevalecia contra ele, tocou a juntura de sua coxa, e se deslocou a juntura da coxa de Jacó, lutando com ele.

26 – E disse: Deixa-me ir, porque já a alva subiu. Porém ele disse: Não te deixarei ir, se não me abençoares.

27 – E disse-lhe: Qual é o teu nome? E ele disse: Jacó.

28 – Então disse: Não te chamarás mais Jacó, mas Israel; pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens, e prevaleceste.

29 – E Jacó lhe perguntou, e disse: Dá-me, peço-te, a saber o teu nome. E disse: Por que perguntas pelo meu nome? E abençoou-o ali.

30 – E chamou Jacó o nome daquele lugar Peniel, porque dizia: Tenho visto a Deus face a face, e a minha alma foi salva.

31 – E saiu-lhe o sol, quando passou a Peniel; e manquejava da sua coxa.

Qual a razão da ambigüidade do ser humano? O que leva pessoas boas fazerem coisas ruins? Por que temos páginas grampeadas em nossas vidas? Páginas que não permitimos ninguém saber. São páginas coladas ou grampeadas que ninguém pode ter acesso. Elas fazem parte do nosso passado obscuro.

Jacó foi um dos personagens bíblicos mais comentado e citado nas Escrituras. Depois dele, apenas Davi se aproxima da quantidade de citações. A história de Jacó começa no capítulo 25. Na verdade, se trata não apenas da história de Jacó, mas de um relato da vida de cada um de nós, inclusive da sua que lê esse artigo agora. É um arquétipo da alma humana, por meio da experiência de Jacó.

Muitas vezes não temos vontade de ler livros como Levítico ou Números, porque neles não conseguimos enxergar o bom Deus do NT. Lemos sobre os conflitos do homem com seu irmão, sua própria família e até consigo mesmo. Como um Deus bom convive com pessoas más, que roubam, destroem, excluem e matam?

A narrativa acima mostra um homem decidido a viver por si mesmo e pagar suas próprias contas. Uma criatura que deseja ser maior que seu criador e ser independente dele. Ao ler sobre Jacó, não devemos encarar como o relato de alguém que viveu a quatro mil anos. Estamos lendo sobre os Jacós de hoje, que são o tempo todo desafiados a ESCOLHER. É tudo uma questão de ESCOLHAS, certas ou erradas. Escolhas entre o bem e o mal.

O livro de Gênesis é um livro de histórias de egos absolutos até ter um encontro com Deus e ter os seus nomes mudados e não apenas suas vidas. Caim, Lameque e os descendentes de Noé que quiseram se fixar em Babel. São todos egos absolutos que carregaram em si, a pretensão de querer ser igual a Deus.

Desde Gênesis capítulo 25 egos absolutos de Jacó e Esaú disputavam entre si, até mesmo no ventre da mãe. Esaú é guiado pelo ventre. Jacó pelo oportunismo. A relação do filho com a mãe é simbólica, porque desde o ventre eles são um. Mas o desejo do filho é ser um com o pai. Nenhum filho aceita bem ser chamado de filho da mamãe, mas prefere ser conhecido como o filho do papai. Esaú era queridinho do papai, enquanto que Jacó era queridinho da mamãe.A relação com a mãe é única e natural, mas com o pai é uma questão de conquista.

Sinto muito Esaú, mas Jacó levou sua benção. Esaú passa a odiar seu irmão, pensando em tirar sua vida. Sua mãe Rebeca pode ver o sentimento estampado na face do filho. Ela pede para Jacó fugir para a casa de seu irmão: Gn. 27:41. Um pouco a frente, no capítulo 28, Jacó se vê diante de uma escada, apoiada na Terra e com o topo no Céu.

Jacó está diante da sua consciência e todo ser humano tem que subir os degraus que nos levam do ego absoluto ao ego rendido, submisso, controlado, obediente. A vida é marcada por um conflito constante, a luta entre o bem e o mal. Sempre haverá a disputa entre o certo e o errado.

Na tentativa de matar um leão por dia, muitas pessoas se esquecem de ser solidárias e agir com amor. Muitas pessoas não entendem o chamado da igreja e como se deve aplicar os princípios no dia-a-dia. Não querem dar a outra face, não tem compaixão pelo próximo.

Ser politicamente correto significa, em outras palavras, ter licença para enganar. Abrir mão dos princípios de Deus para alcançar os objetivos. A justificativa da pessoa é que ela não possui dom de ser João Batista, aquele que confrontava o pecado de todos. Há uma escada para se subir. No final dela você se verá face a face com Deus.

Depois de 14 anos de exploração pelo sogro, Jacó se torna rico e decide viver sua própria vida, porém existe algo a ser resolvido: a situação com seu irmão Esaú.

Jacó está só, no vale de Jaboque, numa situação de vítima. Alguém quer lutar com ele. É comum interpretar o homem como sendo o próprio Jesus. Por outro lado, rabinos ensinam e acreditam que poderia ser a própria consciência de Jacó, por isso perguntou o seu nome, para forçá-lo a assumir sua postura e a conseqüência de suas escolhas.

Aqui, o grande conflito é: subir ao Céu ou permanecer na Terra? Em João capitulo 17 Jesus ora ao Pai sobre esse conflito. É um luta da consciência, entre iguais, para decidir a quem obedecer: a Deus ou a si mesmo. O único remédio para uma consciência atormentada é fazer a coisa certa. Apenas pedir perdão a Deus não resolve por inteiro seu problema. É preciso não pecar mais.

Ser bem sucedido pela sagacidade é possível, mas dormir a noite inteira em paz não. Você não consegue fugir de Deus, porque ele está em sua consciência. Deixe o anjo vencer, não lute mais. Ele mudará seu nome e sua vida ao final desta peleja.

No mundo em que vivemos, é impossível não sentir dor ou abrir mão de alguma coisa. O problema é que queremos o melhor dos dois mundos (Deus e o homem) e sem renunciar nada para isso.

Sabe porquê as pessoas gostam do pecado?

Porque nunca experimentaram o prazer da santidade.

É impossível vencer o pecado sem sangrar. É impossível vencer o pecado sem mancar. Jesus derramou todo o seu sangue pela humanidade. Jacó ficou conhecido como aquele que teve sua vida e nome mudados, mas que mancou pela vida inteira. Jacó subiu a escada e viu Deus face a face.

Abra mão de tudo para ver Deus. O Senhor vai mudar o seu nome e você será bem-aventurado. Entre na presença de Deus e seja transformado. Entenda que você não se basta, seja o que Deus quer que você seja.

Diga sim a voz de Deus. Saia da mentira e venha para a verdade. Deixe o anjo ganhar essa batalha, hoje, aqui, no vale de Jaboque. É provável que você saia daqui mancando, pelo menos será um manco feliz.

Leia Hebreus 12:1-12.

Deus te abençoe.

Apóstolo Anselmo Valadão.

Publicar um comentário