Comentários estão desligados para este post

Graça – entenda sua posição e sua condição

Em que tempo estamos vivendo? No tempo da Graça. Graça é favor imerecido. O que preciso fazer para viver na Graça? N-A-D-A. Precisa vir à igreja? Dizimar? Ofertar e primiciar? Amar ao próximo? Não temos que fazer nada para experimentar a graça.

Você se lembra da parábola do filho pródigo? O pai deu ao filho a sua parte na herança. Ele tomou tudo e gastou de forma irresponsável. Ao cair em si, resolveu voltar para o seu lugar. No chiqueiro? Não, para a casa do Pai. O pai o recebeu, porque ele sabia que ali era o lugar do filho. No mesmo lugar, na casa do pai, havia um irmão mais velho que não se agradou do retorno do irmão. A resposta do pai foi: eu não levo em conta os débitos e créditos. Não é o que você tem ou que te falta que o faz filho de Deus. As pessoas pensam que devem fazer alguma coisa para alcançar algo de Deus. Deus não leva em conta o seu pecado nem sua maneira de viver. Se fosse assim, ninguém mereceria alguma coisa. Ele apenas derrama a sua graça sobre a pessoa.

A parábola do trabalhador da última hora registra a historia de um homem que trabalhou menos mesmo assim recebendo o salário igual aos outros que trabalharam muito mais. Apesar dos horários diferentes, todos receberam 20 denários. O senhor da vinha disse: estou pagando o combinado. A forma como gasto meu dinheiro não é negócio do trabalhador, mas meu.

A graça não faz distinção entre pessoas. Não é por aquilo que fazemos na igreja que nos tornamos merecedores de alguma bênção. A chuva cai sobre todos, justos e injustos. O que está pensando neste momento? Na próxima semana não voltarei ao culto? Talvez você diga: vivo na Graça e por isso, não precisa estar aqui novamente. Será?

Você está vivendo na Graça. (Leia Romanos 6: 15-23). Não pense você que deixando de fazer alguma coisa, como dizimar, que algo ruim acontecerá a você. Seu carro poderá estragar. Algum familiar ou você mesmo ficará doente ou alguma coisa desse tipo. Nada disso. O que Paulo diz é que somos escravos de Deus ou do pecado. As pessoas estão mais acostumadas à lei do que a graça. Preferem fazer as coisas na força do seu braço a confiar em Deus.

Pensamos que devemos fazer alguma coisa para acessar a Graça. Deus não precisa de você. Eu preciso de Deus e Ele nos ama como somos. Então é isso mesmo: vamos viver no pecado? N-Ã-O. Paulo está dizendo que algumas pessoas vivem em Adão e outras em Cristo. A graça alcançou a todos como escreve João 3:16. Hoje você precisa saber sua posição e sua condição.

O que Paulo nos diz? Quem vive em Adão, anda nos princípios de Adão. Quem conhece a Cristo, anda na ordem de Cristo. Ef. 4:17 – 32. Em Cristo, passamos a ter consciência do pecado.

Voltemos ao filho pródigo. O que aquele rapaz percebeu ao ver o chiqueiro, o lixo e a comida perdida? Ele percebeu que ali não era o seu lugar. O filho pródigo tinha a experiência da casa do Pai. Ao estar num chiqueiro, percebeu que não era o lugar que o pai tinha para ele. Quem conhece a Graça, nunca terá vontade de viver em outra realidade.

O pecado é como um pé de morango num terreno cheio de fezes. Você tem desejo pelo morango e você entra para pegar aquele morango. Se você não está acostumado com aquele rio de fezes, você sentirá nojo, será repugnante. O morango também terá gosto de fezes. Quem está na Graça vai querer entrar nas fezes para comer um morango com este gosto? Quem está em Cristo sabe quem Ele é. A partir de agora, somos pecadores fajutos. O pecado sempre terá gosto de fezes. Quando cair em pecado, correrá para se lavar. Quem está em Adão, vive nos princípios de Adão, mas quem está em Cristo, cumprirá os ensinamentos de Jesus. Este tem prazer na palavra de Deus, recebe o Espírito Santo e deseja estar em sua presença.

Jacó, filho de Isaque, filho de Abraão. Um homem extremamente egoísta, que roubou o pai, o irmão e sogro, mesmo assim tinha uma promessas de Deus. Do nome as suas atitudes, tudo nele precisava ser mudado. Jacó teve um encontro com Deus, no vale do Jaboque. Ele saiu de lá como Israel. Quem tem um encontro com Deus, sai dele como santo. Tem gente que quer o contrário: quer ser santo para ter um encontro. Não está correto. Sabe quando você se torna santo? Quando se tem um encontro com Deus.

Achamos que ser santo é deixar de ter relação sexual com a namorada, deixar de roubar no trabalho e outras atitudes. Não é isso que faz você santo. É seu encontro com Deus. As pessoas estão querendo ter crédito para ver Deus, querendo um evangelho de barganha com Deus. Muitos preferem o evangelho da conveniência e não da dependência. Não precisamos fazer nada para receber o que Deus tem para nós. Devemos viver segundo os princípios de Jesus.

Você não precisa entrar no rio de fezes para experimentar o morango. Você já conhece o gosto do morango que também tem gosto de fezes. Você já conhece o gosto do pecado. Contudo, hoje você é um pecador fracassado. Você está vivendo uma vida com Adão ou com Cristo? Uma mulher adúltera teve um encontro com Jesus. Levada até ele por homens que desejavam apedrejá-la de acordo com a Lei de Moisés nada aconteceu quando Jesus pediu que atirasse a primeira pedra quem não tinha nenhum pecado. Onde estão os teus acusadores? Todos já tinham ido. Jesus disse: perdoados estão os teus pecados.

Jesus não perguntou sobre a história da sua avó para saber se ela traia seu esposo. Sua mãe fazia o mesmo? Foi o que Jesus fez? Ele estava a lembrando do seu passado? Não. Ele não fez nenhum tipo de terapia com aquela mulher. Ele diz exatamente o seguinte: perdoados estão os teus pecados.

A Bíblia diz que Deus jogará seus pecados num abismo, onde ninguém terá acesso. Como você está aqui hoje? Vivendo o seu passado? O teu passado continua controlando você? O teu passado continua determinando sua vida e seu presente? Talvez você esteja aqui hoje, carregando algum fardo do passado como abuso sexual, abandono, humilhação, violência. Jesus não fez nenhum processo terapêutico com aquela mulher nem fará com você. Ele diz: hoje perdôo seus pecados. Vai e não peques mais.

(Leia Fp. 3:13,14). Não carregue os fardos pesados do passado. Ele ainda está determinando seu presente? Quando a Graça te alcançar, tudo na sua vida será natural. Uma coisa eu sei: não sou tudo o que deveria ser (temos muito o que melhorar). Isto acontece porque passo a ter consciência de tudo o que devo ser e do que não deveria ser, em Cristo Jesus. Quem é você? Você vive em Adão ou em Cristo?

 

Ap. Anselmo Valadão

20.05.2012

Os comentários estão fechados.