Ainda não há comentários

Maturidade pessoal

Texto bíblico: Marcos 10:46-52

 

Maturidade significa equilíbrio. Uma pessoa madura é uma pessoa controlada, ou seja, alguém que consegue ter domínio do seu próprio corpo. Hoje o nosso tema é sobre Maturidade no nível pessoal. Talvez possamos dizer Equilíbrio pessoal.

A palavra de Deus nos diz que devemos amar uns aos outros e que este amor deve seguir um padrão ou referência. Este padrão não é nossos Pastores, Apóstolos ou pais. Este padrão é cada um nós. “Ame ao teu próximo como a ti mesmo”, esta é a ordenança. Portanto aquilo que eu sou, eu faço para o meu próximo. O que eu quero para mim devo desejar também para o outro.

Diante disso Jesus vem até nós e nos pergunta: “O que queres que eu te faça?” (Marcos 10:51). Ainda mais, a palavra de Deus nos ensina a pedir algo ao Senhor. Se não recebemos, é por que não pedimos. E se pedimos, pedimos mal. Na verdade, pedimos sem maturidade.

Já disse uma vez que não se dá um carro para uma criança. Também não se dá um bilhão de dólares para essa criança. Simplesmente por que a criança não possui maturidade para administrar esse carro ou esse dinheiro. De maneira análoga muitos de nós não tem maturidade para algumas coisas. Alguns não podem ter filhos, pois lhes falta maturidade, equilíbrio para isso. Outros não estão prontos para casar sequer. Outros ainda não podem possuir dinheiro nas mãos por falta de equilíbrio financeiro. Tudo isso acontece em questão do nosso nível de maturidade pessoal. Devemos saber quais são as nossas convicções, nossas certezas e nossas dúvidas. Quem somos nós.

O versículo de Marcos 10:51 nos mostra que aquele cego não tinha dúvidas do que queria de Jesus e nem ao menos teve medo de pedi-lo. Se olharmos para o seu contexto veremos que ele era um mendigo. Com certeza sujo e mal vestido, fora dos privilégios da sociedade e jogado a beira de um caminho. Este homem ouviu os rumores sobre Jesus e quando sentiu sua presença ali não hesitou em mostrar aquilo que queria Dele. Podemos identificar com este texto de Marcos, aquilo que aquele homem tinha em seu coração.

E quanto a você? Você seria capaz de responder á pergunta de Jesus de maneira firme em seu coração? A questão é que tudo tem a ver com desejos. Sempre queremos algo mais em nossas vidas. E a cada dia a pergunta de Jesus a nós é esta: O que você quer? Quais sãos seus desejos? Na verdade, é mais do que uma pergunta. É um pedido de Jesus dizendo: Fale! Fale o que está dentro de você. Fale quais são suas limitações, seus desejos, suas angústias!

Pessoas não conseguem crescer e ser maduras porque não sabem o que querem. São indecisas, são complicadas. Possuem desejos, vontades e carências que as seguram e as impedem de avanças. Mas o problema é que elas não têm coragem de assumir. Bartimeu não teve medo de assumir que era cego e desejava ver.

Muitas vezes o que nos impede de assumir o que está dentro de nós e responder a esta pergunta se deve ao fato de não percebermos quem é o autor dela. Não nos damos conta de quem está nos perguntando é o próprio Jesus! A pergunta Dele é simplesmente: “O que você quer que EU faça por você?”.

A questão aqui é desejo, é o querer. Muitas pessoas sabem que precisam de algo, sabem que precisam parar de beber, que precisam largar o adultério, sabem que precisam fazer ou parar de fazer algo. Sabem que o pecado vai acabar com elas e destruir seus relacionamentos. Mas infelizmente não querem! Não desejam de verdade! Elas querem continuar em seus pecados e carências.

Deseje de todo coração. Peça com todo coração. Receba na mesma proporção.

 

Ap. Anselmo Valadão

18.11.2012

Publicar um comentário