Ainda não há comentários

Somos aquele que está diante do espelho

Texto: 2 Samuel 12: 1 – 14.

Segundo 1 Sm. 13:14, Davi foi um homem segundo o coração de Deus. Não lemos isso a respeito de Moisés, José, Abraão ou Paulo, mesmo sendo estes grandes homens usados por Deus. Qual é a nossa reação quando somos pegos em pecado? Nossa reação diante do pecado é o tema da mensagem de hoje.

A Bíblia escreve que todos pecaram. Ninguém está livre do erro. Todos, exatamente todos estão em pecado. Mas isto não surpreende Deus. Ele nos conhece desde o ventre da nossa mãe e sabe do nosso pecado e também do pedido de perdão.

Entre I Samuel 11 e 12, mais de nove meses se passaram. Davi tinha aproximadamente 50 anos quando tudo isso acontecera. Davi cometera um crime quase perfeito. Você pode esconder por algum tempo seu erro ou pecado das pessoas, mas Deus não pode ser enganado. Ao analisarmos a Bíblia, podemos ver Davi por diferentes ângulos. Contudo, hoje iremos olhá-lo como PECADOR.

Nesta noite não iremos falar sobre o seu pecado em si, mas falaremos sobre sua reação diante dele. Queremos falar de Davi quando ele é confrontado pelo profeta Natã. O que aconteceu com Davi e o que isso nos ensina hoje?

Reconhecimento pessoal da situação de pecador. (1 Sm. 12: 1) – O próprio Deus enviou Natã para confrontar o Rei. Não foi uma ideia do profeta, mas o próprio Deus foi quem enviou Natã até Davi. Depois de 9 meses que isso aconteceu.

Somos pessoas presas ao tempo, mas Deus se move além da esfera do tempo. Ele é soberano e se move além do tic-tac do relógio. Deus não se limita a passado ou futuro, mas transcende a isso tudo. Deus esperou o tempo certo e no caso de Davi foram pelo menos 9 meses. Nosso Deus sabe o momento certo de agir. Davi sabia do seu pecado e da sua culpa. Sua consciência pesava, mas ao mesmo tempo pensava “talvez Deus esqueça tudo isso e nada de grave aconteça”. (Os. 7:2)

O rei Davi estava irado diante do profeta (verso 5 e 6). O seu senso de justiça é despertado e ele diz ao profeta o que se devia fazer com o homem que cometera tamanha injustiça. “Esse homem precisa pagar por seus feitos, quatro vezes mais”. Naquele momento, Natã termina a conversa com 5 palavras: Tu és esse homem, Davi. Naquele instante, a face vermelha de ira dá lugar a uma face branca de vergonha. Como demorou para que ele caísse em si! É mais fácil olhar para o outro e condená-lo do que perdoar ou admitir nossos erros.

Davi disse que digno de morte era aquele homem. Isso aconteceu porque ele olhava pela janela, achando que tudo se referia a vida de outra pessoa, mas não se via no espelho. Precisamos como Davi, nos olhar no espelho

Devemos reconhecer nossa posição diante do pecado. (versos 7,8) – Davi, você vê o quanto hediondo foi o seu pecado. Você sempre teve tudo. Nunca temos que praticar o mal para conseguir o bem ou fazer o que é errado para conseguir o certo. Quem usa atalhos é o diabo, porque atalhos não levam a lugar nenhum. O que acontece quando pecamos?

Verso 9 – desprezamos a Palavra de Deus.

Verso 10 – desprezamos o próprio Senhor.

Verso 14- damos lugar àqueles que blasfemam contra Deus.

Davi pode ser considerado um grande pecador, mas também um tremendo homem arrependido. Davi não arrumou desculpas. Não disse que tinha uma doença, que era viciado em sexo ou tinha algum trauma de infância. Davi apenas assumiu sua culpa. Não fugiu como Adão e Eva. Não se desculpou como Saul. Ele então escreve o Salmo 51. Davi reconhece que ele era o homem que precisava de purificação. Mais tarde, ele pode ser conhecido como o homem segundo o coração de Deus, que quando é confrontado, no seu íntimo é levado a arrependimento. Precisamos reconhecer nossos erros, que pecado tem nome

Davi teve coragem de admitir as consequências do seu pecado. Ele deveria ser morto, porque assim a Lei dizia que deveria acontecer. Pecado como esse merecia a morte, mas Deus o perdoou. (verso 13). Lemos sobre um homem que venceu um leão, assim como um urso, mas que também venceu o pecado, por causa da GRAÇA de Deus. Deus pode perdoar, mas ainda assim as conseqüências do pecado não podem ser apagadas, por causa da justiça d’Ele.

Davi fora perdoado, mas o perdão remove apenas a culpa do pecado, não as consequências. O perdão é capaz de remover as consequências espirituais, contudo as consequências do pecado não. Pode ser que você perca seus filhos, seu casamento … porque o pecado precisa ser punido, porque Deus é um deus santo e se ele é santo, não pode admitir a natureza pecaminosa. Caso o contrário viveríamos nessa pratica para sempre. Deus faz isso para o nosso próprio bem. Provavelmente viveríamos assim.

Outra consequência (Sl 119: 7) é que aprendermos a não cometer os mesmos erros. Davi aprendeu a lição da sua vida, por causa desse final trágico.

Hoje aprendemos que Deus colocou sobre outra pessoa o nosso pecado. Sobre Jesus. Na tradução hebraico do verso 13, significa que “Deus fez cair sobre outro o seu pecado”. Deus está tirando o nosso pecado e colocando sobre Jesus. Não importa o nível do nosso pecado, Deus pode nos perdoar, mas para isso precisamos reconhecer que somos aquele homem no espelho, não o outro, mas nós, exatamente nós, que necessitamos da GRAÇA de Deus.

Deus te abençoe.

Pastora Ana

Publicar um comentário