Ainda não há comentários

Chegando ao fim sem perder as forças

Para chegar ao fim sem perder as forças, você precisa entender três coisas:

 

 

Primeiro, que as pessoas irão lhe abandonar.

Isso pode acontecer porque você as superou, porque elas precisam seguir suas próprias visões, ou porque não querem ir para onde Deus está levando você. As pessoas abandonaram Jesus: “… muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com Ele” (Jo 6:66 ARC).

 

 

Em segundo lugar, que os desafios virão.

Todos aqueles que são usados por Deus se movem de um desafio para outro. Paulo escreve: “… recomendamo-nos de todas as formas: em muita perseverança; em sofrimentos, privações e tristezas; em açoites, prisões e tumultos; em trabalhos árduos, noites sem dormir e jejuns; em pureza, conhecimento, paciência e bondade; no Espírito Santo e no amor sincero; na palavra da verdade e no poder de Deus; com as armas da justiça, quer de ataque, quer de defesa; por honra e por desonra; por difamação e por boa fama; tidos por enganadores, sendo verdadeiros; como desconhecidos, apesar de bem conhecidos; como morrendo, mas eis que vivemos; espancados, mas não mortos; entristecidos, mas sempre alegres; pobres, mas enriquecendo a muitos; nada tendo, mas possuindo tudo” (2 Co 6:4-10 NVI).

 

Em último lugar, Satanás atacará você.

Quando ele o fizer, lembre que o ataque é um sinal de respeito; ele permite que você saiba que é valioso para Deus. Também indica o tamanho da bênção que o espera do outro lado. Ele vai atacar quando Deus estiver prestes a trazer algo à luz em sua vida. Pode ser o nascimento de um relacionamento, uma carreira, um ministério, ou até mesmo de uma criança que será usada por Deus.

O seu “filho problema” pode ser um filho escolhido, por isso ele encontra mais dificuldades que seus outros filhos. Ele tem um chamado, e o inimigo conseguiu discerni-lo. Quando o ataque vier, firme-se na Palavra de Deus e diga: “Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Co 5:57 NVI).

 

Publicar um comentário